FILOSOFIA_DE_GAVETA

domingo, 30 de agosto de 2009

Enquete

Professora de ensino fundamental perde o emprego após dança erótica (de muito mal gosto diga-se de passagem), o que vocês acham, ela tem o direito de fazer o que bem entende do corpo e da vida fora da escola ou ela tem que tem uma postura séria dentro e fora da escola?

Na minha opinião, uma professora de ensino fundamental deve ter uma postura séria dentro e fora da escola, afinal ela é um modelo para os alunos, todos sabemos que as crianças nessa fase se espelham muito mais na sua professora do que nos pais, então achei a atitude dela reprovável.
Não estou dizendo que ela não possa sair para dançar, mas não pode esquecer qual é o papel dela dentro da sociedade.

E pra vocês, ela está certa ou errada?




sexta-feira, 28 de agosto de 2009


Dizer o quê?

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

E saiu em uma revista de finanças

SAIU EM UMA REVISTA DE FINANÇAS

Uma moça escreveu um email para uma revista financeira pedindo dicas sobre "como arrumar um marido rico".

Contudo, mais inacreditável que o "pedido" da moça, foi a disposição de um rapaz que, muito inspirado, respondeu à mensagem, de forma muito bem fundamentada.

Mensagem/email da MOÇA:

"Sou uma garota linda (maravilhosamente linda) de 25 anos. Sou bem articulada e tenho classe. Estou querendo me casar com alguém que ganhe no mínimo meio milhão de dólares por ano. Tem algum homem que ganhe 500 mil ou mais neste site? Ou alguma mulher casada com alguém que ganhe isso e que possa me dar algumas dicas?
Já namorei homens que ganham por volta de 200 a 250 mil, mas não consigo passar disso. E 250 mil por ano não vão me fazer morar em Central Park West. Conheço uma mulher (da minha aula de ioga) que casou com um banqueiro e vive em Tribeca! E ela não é tão bonita quanto eu, nem é inteligente.
Então, o que ela fez que eu não fiz? Qual a estratégia correta? Como eu chego ao nível dela?" (Rafaela S.)

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Mensagem/resposta do (inspiradíssimo) RAPAZ:
"Li sua consulta com grande interesse, pensei cuidadosamente no seu caso e fiz uma análise da situação. Primeiramente, eu ganho mais de 500 mil por ano. Portanto, não estou tomando o seu tempo a toa...
Isto posto, considero os fatos da seguinte forma:
Visto da perspectiva de um homem como eu (que tenho os requisitos que você procura), o que você oferece é simplesmente um péssimo negócio.
Eis o porquê: deixando as firulas de lado, o que você sugere é uma negociação simples, proposta clara, sem entrelinhas :
Você entra com sua beleza física e eu entro com o dinheiro. Mas tem um problema. Com toda certeza, com o tempo a sua beleza vai diminuir e um dia acabar, ao contrário do meu dinheiro que, com o tempo, continuará aumentando. Assim, em termos econômicos, você é um ativo sofrendo depreciação e eu sou um ativo rendendo dividendos. E você não somente sofre depreciação, mas sofre uma depreciação
progressiva, ou seja, sempre aumenta!
Explicando, você tem 25 anos hoje e deve continuar linda pelos próximos 5 ou 10 anos, mas sempre um pouco menos a cada ano.
E no futuro, quando você se comparar com uma foto de hoje, verá que virou um caco. Isto é, hoje você está em 'alta', na época ideal de ser vendida, mas não de ser comprada.
Usando o linguajar de Wall Street , quem a tiver hoje deve mantê-la como 'trading position' (posição para comercializar) e não como 'buy and hold' (compre e retenha), que é para o quê você se oferece... Portanto, ainda em termos comerciais, casar (que é um 'buy and hold')
com você não é um bom negócio a médio/longo prazo! Mas alugá-la, sim!
Assim, em termos sociais, um negócio razoável a se cogitar é namorar. Cogitar... Mas, já cogitando, e para certificar-me do quão 'articulada, com classe e maravilhosamente linda' seja você, eu, na condição de provável futuro locatário dessa 'máquina', quero tão somente o que é de praxe:
fazer um 'test drive' antes de fechar o negócio...podemos marcar ?"

---------------------------------------------------------------------
OBS.: Não é a toa que o cara ganha $ 500.000 por ano !


recebi por email



domingo, 23 de agosto de 2009

Despedida do padre



O Padre no jantar de despedida pelos 25 anos de trabalho ininterrupto à frente de uma paróquia discursa:

- A primeira impressão que tive da paróquia, foi com a primeira confissão que ouvi. A pessoa confessou ter roubado um aparelho de TV, dinheiro dos seus pais, a empresa onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com a esposa do chefe. Também se dedicava ao tráfico de drogas e havia transmitido uma doença venérea à própria irmã. Fiquei assustadíssimo.
Com o passar do tempo, entretanto, conheci uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé, e desta maneira tenho vivido os 25 anos mais maravilhosos do meu sacerdócio.

Chega o prefeito para entregar o presente da comunidade, prestando a homenagem ao padre. Ele pede desculpas pelo atraso e começa o discurso:

- Nunca vou esquecer do dia em que o padre chegou à nossa paróquia. Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a me confessar.

Silêncio total...

MORAL DA HISTÓRIA: Nunca se atrase!!!

sábado, 22 de agosto de 2009

Para você meu querido...

Quando ritmos de marimba começam a tocar
Dance comigo, me faça balançar
Como um oceano preguiçoso que abraça a costa
Me segure firme, me balance mais

Como uma flor que dobra na brisa
Dobre comigo, balance com facilidade
Quando nós dançamos você tem um jeito comigo
Fique comigo, balance comigo

Outros dançarinos podem estar na pista
Querido, mas meus olhos só o verão
Só você tem aquela técnica mágica
Quando nós balançamos que eu fico fraca

Eu posso ouvir os sons de violinos
Muito antes de isso começar
Me faça vibrar como só você sabe
Me balance suavemente, me balance agora

Me balance, me leve
Me emocione, me segure
Me dobre, me alivie
Você tem um modo comigo

Balanço (balanço)

Outros dançarinos podem estar na pista
Querido, mas meus olhos só o verão
Só você tem aquela técnica mágica
Quando nós balançamos eu fico fraca
Eu fico fraca

Eu posso ouvir os sons de violinos
Muito antes de isso começar
Me faça vibrar como só você sabe
Me balance suavemente, me balance agora
Me faça vibrar como só você sabe
Me balance suavemente, me balance agora
Me faça vibrar como só você sabe
Me balance suavemente, me balance agora
Me balance
Me balance
Me balance agora


Sway - The Pussycat Dolls

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Um "Simples" Jantar...


Quando um homem chama uma mulher para sair, não sabe o grau de estresse que isso desencadeia em nossas vidas. O que venho contar aqui hoje é mais dedicado aos homens do que às mulheres. Acho importante que eles saibam
O que se passa nos bastidores. Você, mulher, está flertando um Zé Ruela qualquer.. Com sorte, ele acaba te chamando para sair. Vamos supor, um jantar.

Ele diz, como se fosse a coisa mais simples do mundo 'Vamos jantar amanhã?'.
Você sorri e responde, como se fosse a coisa mais simples do mundo: 'Claro, vamos sim'.
Começou o inferno na Terra. Foi dada a largada. Você começa a se reprogramar mentalmente e pensar em tudo que tem que fazer para estar apresentável até lá. Cancela todos os seus compromissos canceláveis e começa a odisséia.
Evidentemente, você também para de comer, afinal, quer estar em forma no dia do jantar e mulher sempre se acha gorda. Daqui pra frente, você começa a fazer a
dieta do queijo: fica sem comer nada o dia inteiro e quando sente que vai
desmaiar come uma fatia de queijo. Muito saudável.



Primeira coisa: fazer mãos e pés. Quem se importa se é inverno e você provavelmente vai usar uma bota de cano alto? Mãos e pés tem que estar feitos - e lá se vai uma hora do seu dia. Vocês (homens) devem estar se perguntando 'Mão tudo bem, mas porque pé, se ela vai de botas?' Lei de Murphy. Sempre dá merda.
Uma vez pensei assim e o infeliz me levou para um restaurante japonês daqueles em que tem que tirar o sapato para sentar naqueles tatames. Tomei no cu bonito! Tive que tirar o sapato com aquela sola do pé cracuda, esmalte semi-descascado e cutícula do tamanho de um champignon! Vai que ele te coloca em alguma outra
situação impossível de prever que te obriga a tirar o sapato? Para nossa paz de
espírito, melhor fazer mão é pé, até porque boa parte dessa raça tem uma tara
bizarra por pé feminino. OBS: Isso me emputece. Passo horas na academia
malhando minha bunda e o desgraçado vai reparar justamente onde? Na porra do
pé! Isso é coisa de... Melhor mudar de assunto...



As mais caprichosas, além de fazer mão e pé, ainda fazem algum tratamento capilar no salão: hidratação, escova, corte, tintura, retoque de raiz, etc.

Eu não faço, mas conheço quem faça.



Ah sim, já ia esquecendo. Tem a depilação. Essa os homens não podem nem contestar.
Quem quer sair com uma mulher não depilada, mesmo que seja apenas para um
inocente jantar? Lá vai você depilar perna, axila, virilha, sobrancelha etc,
etc. Tem mulher que depila até o cu! Mulher sofre! E lá se vai mais uma hora do
seu dia. E uma hora bem dolorida, diga-se de passagem.


Dia seguinte. É hoje seu grande dia. Quando vou sair com alguém, faço questão
da dar uma passada na academia no dia, para malhar desumanamente até quase
cuspir o pulmão. Não, não é para emagrecer, é para deixar minha bunda e minhas
pernas enormes e durinhas (elas ficam inchadas depois de malhar).


Geralmente, o Zé Ruela não comunica onde vai levar a gente. Surge aquele dilema da roupa. Com certeza você vai errar, resta escolher se quer errar para mais ou para menos. Se te serve de consolo, ele não vai perceber.

Alias, ele não vai perceber nada. Você pode aparecer de Armani ou enrolada em
um saco de batatas, tanto faz. Eles não reparam em detalhe nenhum, mas sabem
dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê). Mas, é como dizia Angie
Dickinson: 'Eu me visto para as mulheres e me dispo para os homens'. Não tem
como, a gente se arruma, mesmo que eles não reparem.



Escolhida a roupa, com a resignação que você vai errar, para mais ou para menos, vem a etapa do banho.
Depois do banho e do cabelo, vem a maquiagem. Nessa etapa eu perco muito tempo.
Lá vai a babaca separar cílio por cílio com palito de dente depois de passar rímel.

Depois vem a hora de se vestir. Homens não entendem, mas tem dias que a gente
acorda gorda. É sério, no dia anterior o corpo estava lindo e no dia seguinte...
PORCA! Não sei o que é (provavelmente nossa imaginação), mas eu juro que
acontece. Muitas vezes você compra uma roupa para um evento, na loja fica linda
e na hora de sair fica um cu. Se for um desses dias em que seu corpo está um cu
e o espelho está de sacanagem com a sua cara, é provável que você acabe com um pilha de roupas recusadas em cima da cama, chorando, com um armário cheio de roupa gritando 'EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA'.
O chato é ter que refazer a maquiagem. E quando você inventa de colocar aquela
calça apertada e tem que deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar
ela em você? Uma gracinha, já vai para o jantar lacrada a vácuo. Se espirrar a
calça perfura o pâncreas.

Ok, você achou uma roupa que ficou boa. Vem o dilema da lingerie. Salvo raras
exceções, roupa feminina (incluindo lingerie) ou é bonita, ou é confortável.

Você olha para aquela sua calcinha de algodão do tamanho de uma lona de circo.
Ela é confortável. E cor de pele. Praticamente um método anticoncepcional. Você
pensa 'Eu não vou dar para ele hoje mesmo, que se foooda'. Você veste a
calcinha. Aí bate a culpa. Eu sinto culpa se ando com roupa confortável, meu
inconsciente já associou estar bem vestida a sofrimento. Aí você começa a
pensar 'E se mesmo sem dar para ele, ele pode acabar vendo a minha calcinha...
Vai que no restaurante tem uma escada e eu tenho que subir na frente dele... se
ele olhar para essa calcinha, broxará para todo o sempre comigo...'. Muito puta
da vida, você tira a sua calcinha amiga e coloca uma daquelas porras mínimas e
rendadas, que com certeza vão ficar entrando na sua bunda a noite toda. Melhor
prevenir.


Os sapatos. Vale o mesmo que eu disse sobre roupas: ou é bonito, ou é confortável.
Geralmente, quando tenho um encontro importante, opto por UMA PEÇA de roupa bem bonita e desconfortável, e o resto menos bonito mas confortável. FATO: Lei de Murphy impera. Com certeza me vai ser exigido esforço da parte comprometida pelo desconforto. Ex: Vou com roupa confortável e sapato assassino. Certeza que no meio da noite o animal vai soltar um 'Sei que você adora dançar, vamos sair para dançar! Eu tento fazer parecer que as lágrimas são de emoção. Uma vez um sapato me machucou tanto, mas tanto, que fiz um bilhete para mim mesma e colei no sapato, para lembrar de nunca mais usar!. Porque eu não dei o sapato?
Porra... me custou muito caro. Posso não usá-lo, mas quero tê-lo. Eu sei, eu
sei, materialista do caralho. Vou voltar como besouro de esterco na próxima
encarnação e comer muito coco para ver se evoluo espiritualmente! Mas por hora,
o sapato fica.

Depois que você está toda montadinha, lutando mentalmente com seus dilemas do tipo 'será que dou para ele? É o terceiro encontro, talvez eu deva dar...'
começa a bater a ansiedade. Cada uma lida de um jeito.

Tenho um faniquito e começo a dizer que não quero ir. Não para ele, ligo para a
infeliz da minha melhor amiga e digo que não quero mais ir, que sair para
conhecer pessoas é muito estressante, que se um dia eu tiver um AVC é culpa
dessa tensão toda que eu passei na vida toda em todos os primeiros encontros e
que quero voltar tartaruga na próxima encarnação. Ela, coitada, escuta
pacientemente e tenta me acalmar.



Agora imaginem vocês, se depois de tudo isso, o filho da puta liga e cancela o
encontro? 'Surgiu um imprevisto, podemos deixar para semana que vem?'.

Gente, não é má vontade ou intransigência, mas eu acho inadmissível uma coisa
dessas, a menos que seja algo muito grave! Eu fico puta, puta, PUTA da vida!
Claro, na cabecinha deles não custa nada mesmo, eles acham que é simples, que a gente levantou da cama e foi direto pro carro deles. Se eles soubessem o
trabalho que dá, o estresse, o tempo perdido... nunca ousariam remarcar nada.
Se fode aí! Vem me buscar de maca e no soro, mas não desmarque comigo! Até
porque, a essas alturas, a dieta radical do queijo está quase te fazendo
desmaiar de fome, é questão de vida ou morte a porra do jantar!

NÃO CANCELEM ENCONTROS A MENOS QUE TENHA ACONTECIDO ALGO MUITO, MUITO, GRAVE! DO TIPO...MORRER A MÃE OU O PAI TER UM AVC NO TRANSITO.


Supondo que ele venha. Ele liga e diz que está chegando. Você passa perfume, escova os dentes e vai. Quando entra no carro já toma um eufemismo na lata 'MMM... tá cheirosa!' (tecla sap: 'Passou muito perfume, porra'). Ele nem sequer olha para a sua roupa. Ele não repara em nada, ele acha que você é assim ao natural. Eu não ligo, acho homem que repara muito meio viado, mas isso frustra algumas mulheres. E se ele for tirar a sua roupa, grandes chances dele tirar a calça junto com a calcinha e nem ver. Pois é, Minha Amiga, você passou a noite toda com a rendinha atochada no rego (que por sinal custou muito caro) para nada.
Homens, vocês sabiam que uma boa calcinha, de marca, pode custar o mesmo que um MP4?

Favor tirar sem rasgar.

Quando é comigo, passo tanto estresse que chego no jantar com um pouco de raiva do cidadão. No meio da noite, já não sinto mais meus dedos do pé, devido ao princípio de gangrena em função do sapato de bico fino. Quando ele conta piadas e ri eu penso 'É, eu também estaria de bom humor, contando piada, se não fosse essa calcinha intra-uterina raspando no colo do meu útero'. A culpa não é
deles, é minha, por ser surtada com a estética. Sinto o estômago fagocitando
meu fígado, mas apenas belisco a comida de leve. Fico constrangida de mostrar
toda a minha potência estomacal assim, de primeira.


Para finalizar, quero ressaltar que eu falei aqui do desgaste emocional e da disponibilidade de tempo que um encontro nos provoca. Nem sequer entrei no mérito do DINHEIRO.
Pois é, tudo isso custa caro. Vou fazer uma estimativa POR BAIXO, muito por
baixo, porque geralmente pagamos bem mais do que isso e fazemos mais
tratamentos estéticos:



Roupa............... .......... ......... ......... ......... ......... R$ 350,00

Lingerie.... ......... ......... ......... ......... ......... .........R$ 140,00



Maquiagem.... ......... ......... ......... ......... ......... ....R$ 70,00

Sapato...... ......... ........ ......... ......... ....... .. .........R$ 150,00

Depilação..... ......... ......... ......... .......... ..... .... .....R$ 70,00

Mão e pé........... ......... .......... ......... ......... ...... ...R$ 20,00

Perfume..... ......... ......... ......... ......... ....... .. .......R$ 480,00 ( Importado eh claro!)

Pílula anticoncepcional. ......... ......... ...... R$.............R$ 32,00



Ou seja, JOGANDO O VALOR + OU - gastamos, para uma noite, R$ 1.300,00 para sair com um Zé Ruela. Entendem porque eu bato o pé e digo que homem TEM QUE PAGAR A CONTA? A gente gasta muito mais para sair com eles do que ele com a gente!



(recebi por e-mail)

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Circo de Solei tupiniquim

video

domingo, 16 de agosto de 2009

Lições De Estratégias..................................

Sete lições de estratégias.


Aula 1


Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair e está se enxugando.
A campainha da porta toca. Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta a mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas. Quando ela abre a porta, vê o vizinho Nestor em pé na soleira.
Antes que ela possa dizer qualquer coisa, Nestor diz:

- Eu lhe dou 3.000 reais se você deixar cair esta toalha!!!

Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica nua.
Nestor então entrega a ela os 3.000 reais prometidos e vai embora..
Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e volta para o quarto.
Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro:

- Quem era?
- Era o Nestor, o vizinho da casa ao lado, diz ela.
- Ótimo!!! Ele lhe deu os 3.000 reais que ele estava me devendo??


Conclusão:

Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir exposições desnecessárias.


Aula 2

Um padre está dirigindo por uma estrada quando um vê uma freira em pé no acostamento...
Ele para e oferece uma carona que a freira aceita. Ela entra no carro, cruza as pernas revelando suas lindas pernas.
O padre se descontrola e quase bate com o carro.
Depois de conseguir controlar o carro e evitar o acidente ele não resiste e coloca a mão na perna da freira..
A freira olha para ele e diz:

- Padre, lembre-se do Salmo 129!!!

O padre sem graça se desculpa:

- Desculpe Irmã, a carne é fraca...
E tira a mão da perna da freira.

Mais uma vez a freira diz:

- Padre, lembre-se do Salmo 129!!!

Chegando ao seu destino a freira agradece e, com um sorriso enigmático, desce do carro e entra no convento.
Assim que chega à igreja o padre corre para as Escrituras para ler o Salmo 129, que diz:

''Vá em frente, persista, mais acima encontrarás a glória do paraíso''.


Conclusão:

Se você não está bem informado sobre o seu trabalho, você pode perder excelentes oportunidades.


Aula 3

Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo.
Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio.
O gênio diz:

- Eu só posso conceder três desejos, então,
concederei um a cada um de vocês !!!

- ''Eu primeiro, eu primeiro, grita um dos funcionários...
Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma preocupação na vida '' ...
Pufff e ele foi ...

O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido:

- Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento interminável de pina coladas !!! ...
Puff e ele se foi ...

- Agora você - diz o gênio para o gerente ...

- Eu quero aqueles dois de volta ao escritório logo depois do almoço para uma reunião!


Conclusão:

Deixe sempre o seu chefe falar primeiro.


Aula 4

Na África todas as manhãs o veadinho acorda sabendo que deverá conseguir correr mais do que o leão se quiser se manter vivo.
Todas as manhãs o leão acorda sabendo que deverá correr mais do que o veadinho se não quiser morrer de fome.


Conclusão:

Não faz diferença se você é veadinho ou leão, quando o sol nascer você tem que começar a correr.


Aula 5

Um corvo está sentado numa árvore o dia inteiro sem fazer nada. Um pequeno coelho vê o corvo e pergunta:

- ''Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?''
O corvo responde:
- ''Claro, porque não?''
O coelho senta no chão embaixo da árvore e relaxa.
De repente uma raposa aparece e come o coelho.


Conclusão:


Para ficar sentado sem fazer nada, você deve estar no topo.


Aula 6

Um fazendeiro resolve colher algumas frutas em sua propriedade, pega um balde vazio e segue rumo as árvores frutíferas.
No caminho ao passar por uma lagoa, ouve vozes femininas que provavelmente invadiram suas terras.
Ao se aproximar lentamente, observa várias belas garotas nuas se banhando na lagoa, quando elas percebem a sua presença, nadam até a parte mais profunda da lagoa e gritam:

- Nós não vamos sair daqui enquanto você não deixar de nos espiar e for embora.

O fazendeiro responde:

- Eu não vim aqui para espiar vocês, eu só vim alimentar os jacarés!


Conclusão:


A criatividade é o que faz a diferença na hora de atingirmos nossos objetivos mais rapidamente.


Aula 7

Um rapaz vai a uma farmácia e diz ao farmacêutico:

- Senhor, tem preservativo?
A minha namorada convidou para eu ir jantar esta noite na casa dela.

O farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da farmácia.
De imediato, volta, dizendo:

- Senhor, é melhor dar outro, porque a irmã da minha namorada, é uma gostosona, e vive cruzando as pernas na minha frente.
Às vezes, até vejo suas entranhas. Acho que também quer algo, e como vou jantar hoje lá na casa delas...

O farmacêutico dá o preservativo e o jovem sai da farmácia. Mais uma vez, volta , dizendo:

- Senhor, é melhor dar outro, porque a mãe da minha namorada também é boa pra cacete.
A velha, quando a filha não está por perto, vive se insinuando de um jeito que me deixa excitado, e como eu hoje vou jantar lá na casa delas...

Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã à frente.
Nesse instante entra o pai da namorada e senta-se também à mesa.
O rapaz baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:

- Senhor, abençoa estes alimentos, bzzzz, bzzzz, bzzzz,.. damos graças por estes alimentos...

Passa um minuto e o rapaz continua de cabeça baixa rezando:

- Obrigado Senhor por estes dons, bzzz, bzzz, bzzz.....

Passam cinco minutos e prossegue:

-Abençoa Senhor este pão, bzzz, bzzz, bzzz,.....
Passam mais de dez minutos e o rapaz continua de cabeça baixa rezando.

Todos se entreolham surpreendidos e a namorada diz ao ouvido:

- Meu amor, não sabia que era tão religioso...
- E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico!

Conclusão:

Não comente seus planos estratégicos com desconhecidos, porque essa inconfidência pode destruir tudo.

recebi por email




sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Foi só um selinho!!!!

video

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

DEPOIMENTO DO PRESIDENTE DA COSTA RICA, QUE MERECE SER LIDO E REFLETIDO




DEPOIMENTO DO PRESIDENTE DA COSTA RICA, QUE MERECE SER LIDO E REFLETIDO

Discurso proferido na presença do Lula e demais presidentes latino-americanos.


.......................................................................................................................................

"ALGO HICIMOS MAL"





Palavras do Presidente Oscar Arias da Costa Rica na Cúpula das Américas em Trinidad e Tobago, 18 de abril de 2009



"Tenho a impressão de que cada vez que os países caribenhos e latino-americanos se reúnem com o presidente dos Estados Unidos da América, é para pedir-lhe coisas ou para reclamar coisas.
Quase sempre, é para culpar os Estados Unidos de nossos males passados, presentes e futuros.
Não creio que isso seja de todo justo.

Não podemos esquecer que a América Latina teve universidades antes de que os Estados Unidos criassem Harvard e William & Mary, que são as primeiras universidades desse país.
Não podemos esquecer que nesse continente, como no mundo inteiro, pelo menos até 1750 todos os americanos eram mais ou menos iguais:
todos eram pobres.

Ao aparecer a Revolução Industrial na Inglaterra, outros países sobem nesse vagão:
Alemanha, França, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e aqui a Revolução Industrial passou pela América Latina como um cometa, e não nos demos conta.
Certamente perdemos a oportunidade.

Há também uma diferença muito grande.
Lendo a história da América Latina, comparada com a história dos Estados Unidos, compreende-se que a América Latina não teve um John Winthrop espanhol, nem português, que viesse com a Bíblia em sua mão disposto a construir uma Cidade sobre uma Colina, uma cidade que brilhasse, como foi a pretensão dos peregrinos que chegaram aos Estados Unidos.

Faz 50 anos, o México era mais rico que Portugal.
Em 1950, um país como o Brasil tinha uma renda per capita mais elevada que o da Coréia do Sul.
Faz 60 anos, Honduras tinha mais riqueza per capita que Cingapura, e hoje Cingapura em questão de 35 a 40 anos é um país com $40.000 de renda anual por habitante.
Bem, algo nós fizemos mal, os latino-americanos.

Que fizemos errado?
Nem posso enumerar todas as coisas que fizemos mal.
Para começar, temos uma escolaridade de 7 anos.
Essa é a escolaridade média da América Latina e não é o caso da maioria dos países asiáticos.
Certamente não é o caso de países como Estados Unidos e Canadá, com a melhor educação do mundo, similar a dos europeus.
De cada 10 estudantes que ingressam no nível secundário na América Latina, em alguns países, só um
termina esse nível secundário.
Há países que têm uma mortalidade infantil de 50 crianças por cada mil, quando a média nos países asiáticos mais avançados é de 8, 9 ou 10.

Nós temos países onde a carga tributária é de 12% do produto interno bruto e não é responsabilidade de ninguém, exceto nossa, que não cobremos dinheiro das pessoas mais ricas dos nossos países.
Ninguém tem a culpa disso, a não ser nós mesmos.


Em 1950, cada cidadão norte-americano era quatro vezes mais rico que um cidadão latino-americano.
Hoje em dia, um cidadão norte-americano é 10, 15 ou 20 vezes mais rico que um latino-americano.
Isso não é culpa dos Estados Unidos, é culpa nossa.

No meu pronunciamento desta manhã, me referi a um fato que para mim é grotesco e que somente demonstra que o sistema de valores do século XX, que parece ser o que estamos pondo em prática também no século XXI, é um sistema de valores equivocado.
Porque não pode ser que o mundo rico dedique 100.000 milhões de dólares para aliviar a pobreza dos 80% da população do mundo
"num planeta que tem 2.500 milhões de seres humanos com uma renda de $2 por dia"
e que gaste 13 vezes mais ($1.300.000.000.000) em armas e soldados.

*Como disse esta manhã, não pode ser que a América Latina gaste $50.000*
milhões em armas e soldados.
Eu me pergunto: quem é o nosso inimigo?
Nosso inimigo, presidente Correa, desta desigualdade que o Sr. aponta com muita razão, é a falta de educação;
é o analfabetismo;
é que não gastamos na saúde de nosso povo;
que não criamos a infra-estruturar necessária, os caminhos, as estradas, os portos, os aeroportos;
que não estamos dedicando os recursos necessários para deter a degradação do meio ambiente;
é a desigualdade que temos que nos envergonhar realmente;
é produto, entre muitas outras coisas, certamente,
de que não estamos educando nossos filhos e nossas filhas.

Vá alguém a uma universidade latino-americana e parece no entanto que estamos nos sessenta, setenta ou oitenta.
Parece que nos esquecemos de que em 9 de novembro de 1989 aconteceu algo de muito importante, ao cair o Muro de Berlim, e que o mundo mudou.
Temos que aceitar que este é um mundo diferente, e nisso francamente penso que os acadêmicos, que toda gente pensante, que todos os economistas, que todos os historiadores, quase concordam que o século XXI é um século dos asiáticos não dos latino-americanos.
E eu, lamentavelmente, concordo com eles.
Porque enquanto nós continuamos discutindo sobre ideologias, continuamos discutindo sobre todos os "ismos"
(qual é o melhor? capitalismo, socialismo, comunismo, liberalismo, neoliberalismo, socialcristianismo...)
os asiáticos encontraram um "ismo" muito realista para o século XXI e o final do século XX,
que é o *pragmatismo*.
Para só citar um exemplo, recordemos que quando Deng Xiaoping visitou Cingapura e a Coréia do Sul, depois de ter-se dado conta de que seus próprios vizinhos estavam enriquecendo de uma maneira muito acelerada, regressou a Pequim e disse aos velhos camaradas maoístas que o haviam acompanhado na Grande Marcha:
"Bem, a verdade, queridos camaradas, é que a mim não importa se o gato é branco ou negro, só o que me interessa é que cace ratos".
E se Mao estivesse vivo, teria morrido de novo quando disse que
"a verdade é que enriquecer é glorioso".
E enquanto os chineses fazem isso, e desde 1979 até hoje crescem a 11%, 12% ou 13%, e tiraram 300 milhões de habitantes da pobreza, nós continuamos discutindo sobre ideologias que devíamos ter enterrado há muito tempo atrás.

A boa notícia é que isto Deng Xiaoping o conseguiu quando tinha 74 anos.
Olhando em volta, queridos presidentes, não vejo ninguém que esteja perto dos 74 anos.
Por isso só lhes peço que não esperemos completá-los para fazer as mudanças que temos que fazer.

Muchas gracias."




quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Devolvam!!!!!!!!!

Devolução de Brinquedo Fabricado no Brasil

O fabricante do brinquedo 'Lula de Pelúcia' está fazendo um recall para troca ou devolução do dinheiro devido a uma série de falhas de fabricação listadas abaixo:


1) Falta um dedo
2) Tem a fala enrolada
3) É mentiroso
4) Só diz 'Eu não sabia'
5) Não tem cérebro
6) Não pára em casa! Só quer viajar para o exterior
7) Só anda em má companhia, com dois outros bonecos encrenqueiros , o 'Evo de Coca' e o 'Chavez de Petróleo'
8) Não existe na versão movido a pilha, só na movido a álcool.
9) Pode ser adquirido facilmente com utilização de Cartão Corporativo
10) A boneca que faz par não presta para nada.

Troque com urgência na 'urna eleitoral' mais próxima
.


(recebi por email)


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

O que é ser feliz?


" A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser aluno."


Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações. É ser alegre, mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque.

'É ser sempre jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso. É amar os pais, mesmo se eles não o compreenderem. É agradecer muito, mesmo se as coisas derem errado. É transformar os erros em lições de vida.'


Augusto Cury




Falar de felicidade não é fácil, listar o que nos faz feliz não é fácil. Muitos dirão que para ser feliz é necessário casa, comida, dinheiro, lazer, carro, coisas que alimentam não só a alma, mas o ego também, pois eu tenho outra visão do que é ser feliz, pra mim ser feliz é ter com quem compartilhar os dias bons, os dias ruins, é ter uma família que mesmo que esteja distante como a minha está, mas sei que é só eu pegar o telefone , ligar que sei que do outro lado da linha terei uma palavra de carinho, é ter um emprego e uma casa, pois saindo do emprego depois de um dia exaustante sei que chegarei na minha casa e terei minha família me esperando com um sorriso, é ter meu cachorro que mesmo que eu não de atenção ele está aí pronto para me dar um gesto de carinho somente se eu olhar para ele, é poder enxergar as cores, ouvir os sons, tocar as coisas, sentir os cheiros e andar por onde quiser, sentir o calor do sol, o orvalho de manhã cedo e admirar a lua em todas as suas faces, é sentir a chuva no rosto, o vento na pele, é ter um Deus para me agarrar nas horas mais difíceis da vida onde por momentos que achava que tudo estava perdido, é amar e poder ser amada. Pra mim a felicidade está nas coisas simples da vida, no sorriso das minhas crianças que tem tão pouco, mas se contentam com um gesto de carinho e uma palavra amiga, um elogio. Esse é o meu conceito de felicidade, não tenho grandes ambições me contento com o suficiente, porque o que é de menos falta e o que é demais estraga.

E pra você, o que é necessário pra te fazer feliz?

J.S.

sábado, 8 de agosto de 2009

PARA MEUS AMIGOS ESPECIAIS



A soma dos 'Talentos'

Se a nota dissesse:
'Não é uma nota que faz uma música'.
...não haveria sinfonia.


Se a palavra dissesse:
'Não é uma palavra que pode fazer uma página'.
...não haveria livro.


Se a pedra dissesse:
'Não é uma pedra que pode montar uma parede'.
...não haveria casa.

Se a gota dissesse:
'Não é uma gota que pode fazer um rio'.
...não haveria oceano.


Se o grão de trigo dissesse:
'Não é um grão de trigo que pode semear um campo'.
...não haveria colheita.


Se o homem dissesse:
'Não é um gesto de amor que pode salvar a humanidade',
jamais haveria justiça e paz, dignidade
e felicidade na terra dos homens.


Como a sinfonia precisa de cada nota.
Como o livro precisa de cada palavra.
Como a casa precisa de cada pedra.
Como o oceano precisa de cada gota de água.
Como a colheita precisa de cada grão de trigo.


A humanidade inteira precisa de ti, pois onde
estiveres, és único e, por tanto, insubstituível.

Autor Michel Quoist



sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Lula morreu!

Lula Morreu!

Lula morreu.
Houve uma reunião em Brasília para decidir onde ele seria enterrado.
Um ministro sugeriu:
- Deve ser enterrado em Garanhuns.
Afinal, é sua cidade natal.
Então um bêbado, que não se sabe como entrou na reunião, disse com aquela entonação típica dos bebuns:
- Em Garanhus pode ...
Só não pode em Jerusalém !!!
Como estava de fogo, ninguém deu bola para o que ele disse.
Um segundo ministro disse:
- Acho que deve ser em São Bernardo, onde ele viveu e fez sua carreira sindical e política.
O bêbado mais uma vez interveio:
- Em São Bernardo pode ... Só não pode em Jerusalém !!!
Novamente, ninguém deu ouvidos a ele.
Um terceiro ministro finalmente sugeriu:
- Nem em Garanhuns. Nem em São Bernardo. - Deve ser enterrado em Brasília, pois era Presidente da Republica e todos os presidentes devem ser enterrados na Capital Federal.
E o bêbado novamente: - Em Brasília pode ... Só não pode em Jerusalém !!!
Aí, perderam a paciência com o cara:
- Por que esse medo que o Lula seja enterrado em Jerusalém ?
E o bêbado respondeu:
- Porque uma vez enterraram um cara lá ...
e ele RESSUSCITOU !

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Uma vergonha !!!

Prezado Senhor,

Sou nordestino, nascido e criado na cidade de Parnaiba (PI). Tenho 76 anos, não sou mais obrigado a votar mas nunca deixei de cumprir meu dever como cidadão. Não sou político, tão pouco sou vinculado a qualquer partido. Mas nem por isso sou menos interessado na política em geral.

Sou um assíduo expectador da TV SENADO desde que foi criada.

Ontem, tive o desprazer de assistir à Sessão Plenária e fiquei pasmo com o aparte que o senhor fez ao pronunciamento do nobre Senador pelo Rio Grande do Sul – Pedro Simon.

Sua intervenção me deu a certeza de que o senhor não mudou: continua sendo o mesmo Fernando Collor arrogante, gratuitamente agressivo e mal educado.

Seu retorno à cena política brasileira, através do voto de seus eleitores de sua base eleitoral, é, com todo respeito, uma lástima.

O senhor tem sido um grande ausente nas sessões do Senado e só mais recentemente, depois que se aliou a antigos adversários políticos motivado sei lá por que interesses, o senhor voltou a ter visibilidade nesse cenário.

Pelo seu destempero de ontem, sinceramente Senhor Fernando Collor, teria sido preferível permanecer na sombra da ausência.

Não questiono sua posição de defensor do Presidente do Senado, cada um age conforme sua consciência, mas não posso deixar de lamentar que, nesse empenho, se faça acompanhar de companheiros que não merecem meu respeito.

Reflita um pouco sobre seu comportamento, senhor Fernando Collor. Serenidade é um dos requisitos básicos que devem presidir a atuação de representantes do Povo. O Senhor pode defender quem quer que seja sem necessariamente ter que recorrer à arrogância, ofensas pessoais e má educação.

ANTONIO DE PÁDUA SEIXAS

 
BlogBlogs.Com.Br