FILOSOFIA_DE_GAVETA

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

8 hábitos que prejudicam a sua beleza

Alguns pequenos vícios podem danificar a pele e os cabelos. Saiba as conseqüências e o tratamento de cada mania.

Por Daniela Hueb


Se você é daquelas pessoas que investe na sua saúde e beleza, freqüenta um bom cabeleireiro e uma clínica de estética e nunca está satisfeito, você pode estar se autoboicotando sem perceber. Às vezes temos um supercuidado com a pele e os cabelos, porém eles continuam sem vida ou quebradiços.

Algumas manias podem estar colaborando para isso, como espremer espinhas, raspar o esmalte, dormir maquiada, prender o cabelo molhado, além de outros desastres que podem ser o terror da sua beleza. Confira a seguir alguns hábitos mais comuns que sabotam sua imagem.


Deixar de lado o filtro solar

Conseqüências: aparecimento de rugas, linhas de expressão, manchas precocemente, além do câncer de pele. Tudo isso é provocado pela exposição solar diária, como dirigir o carro ou fazer uma inocente caminhada sem proteção solar.

Tratamento: contra o envelhecimento, a solução está nas aplicações de laser, como o Fraxel SR 1500, e nos cremes com ácidos domiciliares, além de peelings seriados voltados à renovação celular. É bom enfatizar que nada disso adianta caso você continue deixando o protetor empoeirar no armário. Aplique sempre no rosto, no pescoço, no colo e nas mãos (áreas que ficam expostas diariamente aos raios ultravioletas), sem esquecer das orelhas e dos lábios.


Roer as unhas

Conseqüências: essa mania é das piores e tem até uma denominação científica: onicofagia. Isso porque, levando os dedos à boca, os microorganismos que se acumulam sob as unhas têm acesso ao seu organismo e podem provocar uma série de doenças, desde infecções até verminoses. Você ainda desgasta o esmalte dos dentes, deforma as unhas e, ao retirar a pele em volta delas, machuca os dedos e favorece infecções na região.

Tratamento: para evitar esse hábito é necessário se policiar e controlar a ansiedade com psicoterapia ou algum ansiolítico, que pode ser natural ou não. Outro coadjuvante para proteger as unhas é ir à manicure semanalmente ou sempre que os esmaltes começarem a descascar para se disciplinar a mantê-las bonitas e saudáveis, além de cremes específicos para essa região. Vale lembrar que o material de manicure e ou pedicure deve ser individual ou descartável.

Manipular cravos e espinhas

Conseqüências: nossas mãos são muito contaminadas, e normalmente cutucamos os cravinhos e as espinhas a qualquer hora e lugar, sem se preocupar com a higienização prévia da pele, e muito menos das mãos e das unhas. Com isso, contamina-se a pele com microorganismos que, em seguida, vão se transformar em novos cravos e espinhas, além de produzir marcas e manchas no rosto por reação inflamatória e de difícil remoção.

Tratamento: o correto é utilizar um creme secativo no local e fazer uma limpeza de pele mensalmente com um profissional capacitado. Ainda, usar diariamente produtos específicos este tipo de pele. As cicatrizes que podem ficar como seqüela de acne severa podem ser tratadas com aplicações dos laseres Fraxel ou CO2.


Não retirar a maquiagem antes de dormir

Conseqüências: a maquiagem tampa os poros e impede a eliminação da oleosidade natural da pele, portanto é fundamental higienizar e hidratá-la previamente. Se o cosmético não for retirado antes de dormir, vão se formando rolhas de sebo que dão origem a cravos e espinhas. Além disso, o mau hábito causa o envelhecimento precoce pela falta de oxigenação. Atualmente há produtos comercializados que apresentam em sua composição o creme de tratamento associado à base de maquiagem e filtro solar, e tudo isso numa única embalagem.

Tratamento: utilize sempre uma loção de limpeza ou sabonete específico para o seu tipo de pele, além de esfoliá-la quinzenalmente. Isso remove as células mortas e incentiva a renovação dos tecidos. Também aplique loções ou cremes de hidratação ou antienvelhecimento pela noite, e diariamente. Dê preferência para produtos que já contenham protetor na formulação para uso diário.

Arrancar fios de cabelo

Conseqüências: esse hábito, na maioria das vezes, reflete um estado de tensão ou ansiedade e sua denominação é tricotilomania. Há quem faça isso de vez em quando, enquanto outras pessoas simplesmente não conseguem ficar com as mãos livres sem levá-las à cabeça. Feridas, manchas e calvície são conseqüências desta mania. A psicoterapia também tem um resultado satisfatório para esse problema.

Tratamento: utilizar complexos vitamínicos diariamente, além de uma boa alimentação e o uso de xampus ou tônicos que ativam a circulação do couro cabeludo e estimulam o crescimento capilar. Usar o cabelo preso também ajuda a resistir aos impulsos.


Prender os cabelos molhados

Conseqüências: manter o couro cabeludo molhado por muito tempo faz juntar fungos e criar caspa, além de enfraquecer a raiz e provocar sua queda. Esse procedimento, como muitas mulheres imaginam, não irá domar o volume dos fios.

Tratamento: o ideal é usar leave-in, ou seja, um produto específico para deixar no cabelo, além de hidratá-los e secá-los com o secador numa temperatura mais fria, ou ainda, naturalmente.

Exposição solar com máscara hidratante nos cabelos

Conseqüências: para ir à praia ou piscina, o ideal é passar um creme sem enxágüe com proteção solar. Caso contrário, os fios ficarão queimados e enfraquecidos.

Tratamento: Fazer hidratações com produtos específicos para dar leveza e nutri-los e recuperar sua maciez, seu brilho e seu aspecto saudável, além de proteção solar diária.


Passar chapinha no cabelo molhado

Conseqüências: isso é um crime para os fios. A gravidade é tanta que dá para sentir os efeitos na mesma hora. Os fios são profundamente agredidos e, além de queimados, eles se quebram.

Tratamento: se as pontas estiverem duplas e quebradiças, a única maneira de melhorar é com um bom corte de cabelo. Antes de usar a chapinha, seque bem os cabelos e use um produto termoativo previamente para proteger os fios.

Agora faça uma lista das manias que mais sabotam sua imagem e comece já um programa de recuperação. Faça as pazes de vez com o seu espelho e resgate sua auto-estima.






* Daniela Hueb é dermatologista e nutróloga, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, da Associação Brasileira de Nutrologia e da Sociedade Brasileira de Antienvelhecimento. www.clinicadanielahueb.com.br

2 comentários engavetados

O bEM viVER disse...

Olá, colega!

É sempre bom adicionar uma colega de trabalho. estou na educação há 20 anos...Apesar de percalços, amo as crianças, os pais, todo o trabalho na escola.

Sobre as dicas para a beleza, vez ou outra deixamos de fazer alguns desses itens, como prender cabelos molhados, não usar filtro solar...e outros.
É sempre bom estar revendo-os.

Abraço,

Lena

Filosofia de gaveta disse...

Educar é sempre bom!
Obrigada pela visita e pelo comentário!

Beijos

 
BlogBlogs.Com.Br